11 outubro 2016

Sobre Sábado

A 4ª Mostra de Arte do Saloon foi sensacional.

Por Fernão Duarte.

Acredito que todos os envolvidos – organizadores, expositores, músicos, público – saíram do Rancho Cavalo de Troia, na madrugada do último domingo, satisfeitos e de boas.
No entanto, para mim, a 4ª edição deste evento – que busca reunir e promover os artistas daqui, da nossa cidade, da nossa região – foi especialmente importante.
Porque me mostrou mais uma vez que, apesar das notícias tristes da TV e dos jornais; apesar das injustiças e da sensação constante de impotência; apesar dos tombos, das frustrações, das decepções, do cansaço: ainda há motivos para acreditar.
E isso não é algo que eu acho. É algo que eu vejo.
O bem sempre foi silencioso e discreto, diferentemente do mal, que costuma ser barulhento e histérico. Enquanto o que é ruim faz estardalhaço no Jornal Nacional, o que é bom costuma trabalhar nos bastidores, quietinho. Mas para quem só assiste; para quem está na plateia, parece que só o mal tem vez e voz.
Não é verdade.
E por isso eu agradeço muitíssimo.
Agradeço por ter a oportunidade de ser quem eu sou e de estar onde estou. Agradeço por ter olhos capazes de ver tudo de bom e de incrível que acontece em minha volta, ao alcance das minhas mãos. Agradeço por encontrar em meu caminho pessoas que me mostram que, ao contrário do que muitas vezes parece, temos motivos para acreditar, inclusive um no outro.
Agradeço porque, depois de um evento como a Mostra de Arte, é impossível não ter certeza absoluta de que o mundo tem jeito, apesar dos pesares.
Porque atrás dos holofotes, onde a desesperança faz gritaria, há um bando de gente fazendo daqui um lugar melhor para se viver. 

Por Felipe Granville.
 Veja mais fotos aqui e aqui.