21 janeiro 2014

Mulheres: parem de chamar as outras mulheres de vadias!

* Crônica originalmente publicada no jornal O Informativo Regional, em 13/12/2013.

Por favor, apenas parem. A situação já não é das melhores para nós, mulheres. E se vocês não colaborarem, amigas, nosso futuro será ainda mais sombrio e muito, muito, muito aterrorizante. 
Saiu recentemente o resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Avon/Data Popular, intitulada Percepções dos Homens sobre a Violência Doméstica Contra a Mulher, e os dados não são somente preocupantes: são desesperadores.
Aqui vão alguns deles: 85% dos homens consideram inaceitável que a mulher fique bêbada. 69% não admitem que a mulher saia com amigos (as) sem o marido. 89% consideram inadmissível que a mulher não mantenha a casa em ordem. 53% dos homens atribuem o sucesso do casamento às mulheres. Mais da metade (56%) declaram ter cometido atitudes que caracterizam violência contra a mulher (xingar, ameaçar, empurrar, bater, etc.).
E, não, esta pesquisa não foi feita em 1820. Foi feita agora, em pleno ano de 2013. O que nos mostra que, apesar de sermos muito mais independentes do que nossas avós e bisavós, estamos longe de viver uma situação social favorável enquanto mulher.
E então, quando os homens nos traem ou se interessam por outra, o que a gente faz? Ao invés de ignorar ou mandar o mané pentear macaco, atacamos a mulher – como se fosse ela quem nos devesse respeito e fidelidade, e não eles!
- Essa vadia, puta, vagabunda!
NÃO GURIAS! Não precisamos de mulheres nos chamando de vadias, putas e vagabundas. Já há homens demais fazendo isso. E o que mais me choca é perceber o quanto as mulheres estão perdidas, defendendo quem as ataca e agredindo quem deveriam defender.
Os homens desta pesquisa são os nossos pais, os nossos filhos, os nossos irmãos, amigos, namorados e maridos, e nós não podemos fechar os olhos e fingir que não temos nada a ver com estes dados aterradores. 
Pois, se você milagrosamente nunca sofreu nenhum tipo de opressão ou violência por parte de um homem, aguarde, pois infelizmente sua hora vai chegar. E não sou eu quem diz; os números já o fizeram antes de mim.
Nenhuma mulher é uma vadia. Nenhuma. Nem você, nem eu, nem aquela que saiu com o seu namorado. Os homens só são fortes por que são unidos. E nós estamos cada vez mais enfraquecidas por que nos atacamos ao invés de nos proteger.