17 março 2010

Atenção ilustradores, fotógrafos e quadrinistas!

Novo selo da Editora Multifoco procura ilustradores, fotógrafos e quadrinistas que buscam, pela primeira vez, ver seus trabalhos publicados.


O Selo Literarte é um dos braços da editora carioca Multifoco, e estréia em 2010 com objetivos bastante claros - e ousados - para uma editora caracterizada por trabalhar com novos autores: publicar apenas e tão somente livros-arte, isto é, literatura misturada com ilustrações, quadrinhos, fotografias e tudo o mais.
Como?
Através de parcerias, que é como a Multifoco vem atuando (e revolucionando) o mercado editorial brasileiro.
- A Multifoco existe para os novos autores, para quem busca uma oportunidade de ver, pela primeira vez, seu trabalho publicado profissionalmente. No entanto, nosso maior foco sempre foram os escritores, e então surgiu a idéia: porque não oportunizar que estes escritores tenham seus escritos retratados por outras manifestações da arte, e, conseqüentemente, que artistas de diferentes áreas tenham também a oportunidade de divulgar seu trabalho? – conta Jana Lauxen, escritora e editora do novo selo.
Mas como fazer isso acontecer?
Simples: unindo o útil ao agradável.
O Literarte terá como foco, é claro, a literatura, no entanto, abre suas portas para que outros artistas entrem em cena também. Como é o caso dos projetos das duas primeiras coletâneas do selo, que devem abrir as inscrições em abril: Crônico!, organizada pelo escritor Beto Canales, reunirá crônicas brasileiras ilustradas, enquanto Quadrinhos em História, capitaneada por Sergio Chaves, editor da premiada revista Café Espacial, será a primeira coletânea de HQs da Editora Multifoco.

A editora Multifoco estreou em 2006 graças a um trabalho de conclusão de curso dos estudantes de Comunicação Social da UFF, Leonardo Simmer, Raphael Santos, Thiago França, Marcelo Pinho e Bruno Miranda e, desde então, já possui em seu catálogo mais de 200 autores, sede própria no Rio de Janeiro, 25 funcionários, 10 editores espalhados por diferentes áreas e, neste ano, prepara-se para abrir uma gravadora nos mesmos moldes da editora e marcar presença na Bienal do Livro, em São Paulo, e na Festa Literária Internacional de Paraty.
Seu método de trabalho é diferente porque se baseia em parceria – e não no tradicional ‘quem paga mais chora menos’: o autor e a editora trabalham em associação, onde a Multifoco entrega ao escritor seu livro pronto e impresso, com a qualidade de editoras tradicionais do mercado, e sem cobrar um centavo por isso. Em contraponto, o autor se compromete a comercializar, por consignação, seus livros, cujas tiragens podem variar de 30, 50 ou 100 exemplares, conforme a vontade do autor, ganhando, sob o preço de capa, 20%.
É como explica Raphael Santos, um dos sócios:
- A nossa meta é que qualquer pessoa que pense em lançar um livro, pense na Multifoco.
E através do selo Literarte, a Multifoco, como sugere o nome, amplia ainda mais sua participação, oferecendo oportunidade também para artistas dos mais diferentes gêneros.

Por isso, interessados, multifocados e criativos em geral: entrem em contato com a Jana pelo e-mail literarte@editoramultifoco.com.br ou acesse o site do selo www.grupomultifoco.com.br/literarte.