29 agosto 2009

O Fim do E-Blogue.com.

Quem já passou dos 13 anos e tem mais de 7 neurônios, já deve ter percebido que a vida não manda avisar: ela chega, entra e faz o que tem que fazer.
Nós que nos adaptemos.
É assim que é, e enquanto muitos fazem disso um drama, outros já acham que a graça de tudo está justamente no inesperado, no improvável, no súbito.
Eu faço parte deste último grupo.
Nada mais chato do que ter todas as coisas milimetricamente calculadas, avaliadas, pesadas e medidas.
O que pode ser mais irritante que um sujeito que se descabela com tudo que não anotou ontem em sua agenda?
Claro, planejar é bonito, e também inteligente, desde que não nos paralise.
Desde que não nos impeça de aproveitar uma surpresa, uma reviravolta, um redemoinho, um pouco de caos.
Porque, muitas vezes, aquilo que num primeiro momento parece uma tragédia, pode se revelar mais adiante como uma tremenda sorte.

O fato é que num dia eu achava que morreria atualizando semanalmente o E-Blogue.com e, no outro, a idéia de terminar com tudo era a única que parecia lógica.
Não vou ficar aqui contando detalhes das nossas vidas, nem porque chegamos a essa conclusão, ou se o sabiá sabia assobiar - até porque acredito que isso não interesse para vocês.
Mas a verdade é que, por causa da Vida (com vê maiúsculo!), o E-Blogue.com precisou sair de cena para que outros projetos e idéias pudessem entrar.

Não foi sem pesar que tomamos essa decisão.
E tampouco sem consciência.
Não é porque uma decisão foi tomada em 15 minutos que ela não é racional.
Quando resolvemos criar o E-Blogue.com, decidimos em menos de 5 minutos.
E estávamos bêbados.
Enfim.

Ainda não sei se poderemos manter o E-Blogue.com no ar, mas o certo é que, pelos próximos 90 dias, ele ficará aqui, intocado.
E eu só tenho a agradecer a mim mesma e ao Afobório e aos meninos da UpSide e a vocês por tudo de incrível, e foda, e genial que este projeto nos trouxe.
Eu amei fazer o E-Blogue.com.
Sério, amei mesmo.
E sei que cada post, cada edição, cada comentário, cada e-mail que recebemos valeu todo o trabalho que tivemos para inventá-lo e mantê-lo no ar.
De modo que ele vai ficar sempre em meu coração, assim como vocês, e se aceitam uma dica, façam um E-Blogue.com para vocês.
É muito, muito rico.

Mas agora são outros tempos, amiguinhos.
E como é para frente que se anda, aguardem novidades.
Vocês, como sempre, serão os primeiros a saber.