22 julho 2009

O Chapéu da Beata Berta

Lá vai a Berta, o chapéu cobrindo suas vistas e o casaco cobrindo seus braços flagelados.
Faz quarenta e dois graus e ela usa mangas compridas.
Sei que está machucada, todo mundo sabe.
Ela sabe que sabemos.
Reza a lenda que toda vez que Berta, a beata Berta, tem algum sonho erótico, ela corta os próprios braços com um estilete, para se punir e se livrar dos pensamentos sórdidos. E eu posso imaginar a quantidade de pensamentos sórdidos que beata Berta deve ter.Vai pra igreja todos os dias, e de sua casa dá para ouvir os gritos quando está rezando:
- Pela glória de nosso senhor Jesus cristo, amém!
Isso sem contar quando não arruma escândalos, só porque viu um casal de namorados se beijando no meio da rua ou uma mocinha de mini-saia. Uma vez, começou a gritar na frente da casa de dona Teodora porque viu suas calcinhas estendidas no varal.
- Ferramenta do demônio!
Chegava a ser engraçado.

Leia o resto aqui.