05 fevereiro 2009

Assassinos S/A

Olá amiguinhos!
Depois de fazer um suspense barato, vim aqui contar o que, afinal de contas, é a novidade supimpa que eu tanto alardeei alguns posts atrás.
Aconteceu assim: fui convidada pelo Frodo, meu querido e adorado editor (ui, que fina) para organizar, pelo selo Anthology da Editora Multifoco, uma antologia de contos policiais brasileiros batizada Assassinos S/A.
Até aqui, nada demais, afinal existem bilhões de editoras internet afora organizando antologias dos mais diferentes tipos.
Mas saca só a novidade supimpa a que eu me refiro:

1. Diferentemente de outras editoras, a Multifoco não está atrás de seus níqueis e por isso selecionará (apenas) 20 autores para o primeiro volume desta antologia. Nem mais, nem menos. O discurso é clichê, mas é a mais pura verdade: queremos qualidade.

2. Diferentemente de outras editoras, a Multifoco não exige que você tenha dinheiro no bolso para poder participar. Os livros (cota de 15 por autor. Mas se precisar de mais é só solicitar) são entregues por consignação, e você só paga 30 dias depois do lançamento, ou seja: tem tempo de sobra para vender os seus exemplares. E ainda embolsa 20% do valor total das vendas. Agora me digam qual editora (e incluo aqui as grandes) paga 20% para o autor em cima da capa do livro? Resposta: nenhuma.

3. Diferentemente de outras editoras, participar de uma antologia da Multifoco não significa simplesmente participar de uma antologia. Porque é a única editora que oferece chances reais aos autores de suas coletâneas de terem os originais de seus livros publicados. Exatamente, você não leu errado. Se você tiver os originais prontos de um livro (romance, ficção, contos, poesia, etecetara) e nos enviar um conto policial do caráleo, corre um sério risco de assinar um contrato e ter seu primeiro livro publicado. E vocês sabem: isso significa muita coisa.

4. Diferentemente das outras editoras, a Multifoco não está nem um pouco interessada em dividir as despesas com o autor. Da mesma forma que funcionam as antologias, com os livros solos você também receberá seus exemplares sem pagar um pila, terá 30 dias para comercializá-los, e ainda embolsará 20% dos lucros finais. E você ainda escolhe a tiragem, que varia de 30 a 100 exemplares.
(apêndice)
- Ah, mas eu vou ter que vender os livros???
Vai sim, mané. Primeiro porque você não é o Fernando Pessoa.
E segundo porque precisa colocar a mão na massa se quiser ver acontecer. Ficar sentado esperando os lucros e o sucesso baterem na sua porta é de uma estupidez sem precedentes. Seja para quem quer ser escritor, seja para quem quer ser qualquer outra coisa.
Ops, desabafei.

5. Diferentemente de muitas outras editoras, a Multifoco não economiza na hora de produzir seus livros. Nada de papel porcaria, capas horrorosas, revisão duvidosa e tantos defeitos grosseiros que encontramos em algumas edições por aí. A qualidade das impressões pode ser comparada a de qualquer editora tradicional.

Como já disse em meu último post, há tempos quero ser escritora.
E justamente por querer tanto, já percorri milhares de sites, e editoras, e nunca encontrei nada que soasse parecido com OPORTUNIDADE.
A maioria fazia propostas absurdas, repassando para mim (no caso, a autora) um custo cômico - para não dizer trágico - que variava de 3 a 10 mil reais.
Como diz o próprio Frodo, se eu tivesse dez mil seria rico.
A verdade é dura, mas a maioria das editoras só publicam autores iniciantes que podem pagar, independente de qualquer outra coisa.
Por isso, quando conheci a Multifoco, percebi que havia sim uma luzinha brilhante no fim do túnel.
Alguém abria uma porta.

O fato é: se você realmente quer ser escritor, e está disposto a ir atrás disso de verdade, não tem chance melhor.
Mandem seus contos policiais para 3am.jana@gmail.com.
O regulamento está logo abaixo, e clicando aqui você pode participar da comunidade do livro no Orkut.
Se quiser conhecer o trabalho da Multifoco, clique aqui.

E boa sorte.
Agora é a hora de ver quem quer de verdade.

REGULAMENTO

01. A Editora MULTIFOCO, através do recém-criado selo ANTHOLOGY, receberá até o dia 31 de março de 2009, contos em português, inéditos ou não, de autores brasileiros ou estrangeiros residentes em qualquer parte do sistema solar, que versem sobre o tema CONTOS POLICIAIS BRASILEIROS.

02. O autor assinará um termo declarando que a referida obra é criação sua e responsabilizando-se por qualquer questão relativa a direitos autorais e plágio.

03. Os textos serão recebidos, analisados e os selecionados farão parte da antologia ASSASSINOS S/A - Contos Policiais Brasileiros, a ser publicada pela referida editora em Junho de 2009.

04. A antologia terá, aproximadamente, 150 páginas, no formato padrão 14x21, e o preço máximo de capa será R$ 25,00, tendo os autores um desconto de 20% para que possam recuperar seu investimento com uma margem de lucro.

05. A cota de participação para cada autor será de15 exemplares, que eles poderão comercializar no prazo de 30 dias a contar do lançamento. No caso de o autor precisar de mais exemplares, a editora se compromete a repor a quantidade pedida, dentro das condições iniciais, desde que o preço das matérias-primas estejam estabilizados no mercado, durante todo o restante do ano de 2009.

06. Os autores residentes no Rio de Janeiro e aqueles que se dispuserem a deslocar-se até lá, terão à sua disposição a sede da editora, localizada na Av. Mem de Sá, 126 -Lapa - Rio de Janeiro, para o lançamento da antologia, em data a ser divulgada posteriormente.

07. Aqueles que receberão os livros via Correios deverão arcar com as despesar do porte.

08. Os textos, com no máximo dez mil caracteres, incluíndo espaços, devem ser enviados em arquivo Word, fonte Times 12, tendo TEXTO ASSASSINOS S/A no campo ASSUNTO. No corpo da mensagem o autor deve enviar uma mini-biografia de, no máximo cinco linhas.

09. Independente de serem selecionados ou não, TODOS que enviarem textos serão informados via e-mail do resultado da análise.

10. Qualquer assunto não abordado neste regulamento será resolvida pela organizadora da antologia.